Da redação

 

Vereadora líder do prefeito Alan Guedes na Câmara Municipal apresenta proposta obrigando empresas funerárias a fixarem cartaz informando familiares sobre o direito ao Auxílio Funeral e o telefone de plantão da Assistência Social do município

 

A vereadora Daniela Hall (PSD), líder do prefeito Alan Guedes (PP) na Câmara Municipal de Dourados, apresentou projeto de lei que garante transparência nas informações sobre o auxílio funeral em todo município.

Pela proposta da parlamentar, as empresas funerárias terão que fixar cartaz em local visível informando sobre o direito ao auxílio funeral e, também, o telefone do plantão da Assistência Social. “Essa medida é necessária porque nesse momento de pandemia não tem sido pequeno o número de famílias que está encontrando dificuldades em sepultar seus entes queridos e, muitas, acabam se endividando por falta de condições financeiras de arcar com as despesas funerárias”, enfatiza a vereadora.

O Artigo 1º o Projeto de Lei estabelece que fica determinada a afixação de cartaz, informando a existência do direito ao auxílio funeral na entrada e de forma visível do estabelecimento comercial de produtos funerários. Por outro lado, o parágrafo único determina que o cartaz deverá medir no mínimo 300 x 500 mm, com escrita legível, cujas letras ocupem no mínimo 70% do tamanho total, contendo os seguintes dizeres, com destaque para o número do Plantão da Assistência Social: “Auxílio Funeral – é um benefício concedido a famílias carentes que não têm possibilidades financeiras para arcar com despesas referentes ao funeral. Plantão da assistência social: (67) 98468-4884”.

O Projeto de Lei prevê, ainda, que em caso de descumprimento, o estabelecimento comercial será multado em 100 UFERMS. Em caso de reincidência, o estabelecimento funerário terá seu alvará de funcionamento cassado e os valores das multas serão revertidos para o Fundo Municipal da Assistência Social. O projeto define que o mesmo cartaz poderá ser afixado, em locais públicos de grande circulação como é o caso de hospitais e terminais rodoviários. “No município de Dourados o Auxílio Funeral está regulamentado pela Lei nº 3.932/2015, pela Lei nº 4143/2017 e pela Portaria da Secretaria de Atenção à Saúde – SAS nº 55/1999, mas pouca gente tem conhecimento desse importante direito”, enfatiza Daniela Hall.

A vereadora explica que o auxílio funeral, constitui-se em uma prestação temporária, não contributiva de assistência social para reduzir vulnerabilidade provocada por morte de membro da família e concedido na forma de prestação de serviços. “Essa atenção social se dá por meio da rede de proteção básica e especial, por acompanhamento do familiar feito por equipe da assistência social da Prefeitura de Dourados”, esclarece. “O serviço já está implementado em nossa cidade, no entanto, poucos usuários conhecem o direito ao acesso deste benefício”, completa Daniela.

O auxílio funeral consiste na assistência funerária básica a famílias com renda per capita de até ½ salário mínimo de acordo com a situação de vulnerabilidade social e parecer técnico a ser realizado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Assistência Social. Para ter acesso ao benefício, a família deverá estar inscrita no Programa de Cadastramento Único Federal (CADÚNICO), sendo que esta exigência somente será postergada mediante emergência justificada.

Veja também

Olá, deixe seu comentário para Lei de Daniela Hall dá transparência em informação sobre auxílio funeral